Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

E tudo mudou...

 

Um dia decidi seguir em frente. (desisti de ti).

Mas depois o meu coração bateu o pé, fez birra. (negou-se à minha vontade de te esquecer).

Não o percebi.

Tentei seguir com aquilo a que me tinha proposto, mesmo quando isso significava ir contra o meu coração.

Neste tempo em que o meu objectivo era te manter afastado foi da época da minha vida desde que nos conhecemos em que mais próximo te senti de mim.

Deixei cair tudo por terra não valia a pena continuar numa luta desigual entre o medo e os sentimentos (que eram insoluveis).

E mais uma vez havia abdicado de algo em prol de uma pessoa que eu num julgava merecedora de tal ...então chegou a tua vez de me surpreenderes, e do nada, de súbito disseste o que nunca pensei que dissesses, não agora, não assim, não desta maneira, mas tu disseste-lo, é o facto. Então aí ensinaste me a reacreditar em histórias cor-de-rosa e em finais felizes. Hoje acredito que crer é poder. Ainda há muito que pedalar e tanto para cultivar se quisermos recolher algo no futuro mas acho que o primeiro passo foi dado e estranhamente por ti.

Percebi então a recusa outrora do meu coração.

música que me está a dançar na cabeça: Hey there delilah - Plain White T's
sinto-me:
publicado por sombra esquecida às 19:39
link | partilhar palavras | adicionar aos tais
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

E Ricardo Reis disse..... e eu concordo

Vem sentar-te comigo Lídia, à beira do rio. 
Sossegadamente fitemos o seu curso e aprendamos 
Que a vida passa, e não estamos de mãos enlaçadas.  
        (Enlacemos as mãos.)  

 

Depois pensemos, crianças adultas, que a vida 
Passa e não fica, nada deixa e nunca regressa, 
Vai para um mar muito longe, para ao pé do Fado,  
        Mais longe que os deuses.  

 

Desenlacemos as mãos, porque não vale a pena cansarmo-nos. 
Quer gozemos, quer nao gozemos, passamos como o rio. 
Mais vale saber passar silenciosamente 
        E sem desassosegos grandes.  

 

Sem amores, nem ódios, nem paixões que levantam a voz, 
Nem invejas que dão movimento demais aos olhos, 
Nem cuidados, porque se os tivesse o rio sempre correria,
        E sempre iria ter ao mar.  

 

Amemo-nos tranquilamente, pensando que podiamos, 
Se quise'ssemos, trocar beijos e abrac,os e carícias, 
Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro 
        Ouvindo correr o rio e vendo-o.  

 

Colhamos flores, pega tu nelas e deixa-as 
No colo, e que o seu perfume suavize o momento - 
Este momento em que sossegadamente nao cremos em nada, 
        Pagãos inocentes da decadência.  

Ao menos, se for sombra antes, lembrar-te-as de mim depois 
Sem que a minha lembrança te arda ou te fira ou te mova, 
Porque nunca enlaçamos as mãos, nem nos beijamos 
        Nem fomos mais do que crianças.  

E se antes do que eu levares o o'bolo ao barqueiro sombrio, 
Eu nada terei que sofrer ao lembrar-me de ti. 
Ser-me-ás suave à memória lembrando-te assim - à beira-rio, 
        Pagã triste e com flores no regaço.

música que me está a dançar na cabeça: Sem ar - D'black
sinto-me: com "apetite" de ti
publicado por sombra esquecida às 20:14
link | partilhar palavras | palavras partilhadas (1) | adicionar aos tais
Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

!!!

Um dia largamos tudo e fugimos juntos........

 

sinto-me: imprópria para consumo
música que me está a dançar na cabeça: Ela o satisfaz - xutos e pontapés
publicado por sombra esquecida às 22:29
link | partilhar palavras | adicionar aos tais
Sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

Halloween 07

E o meu Halloween foi assim....uma noite memorável.

  • Ele foi risos e gargalhadas.
  • Foi cantorias e berros.
  • Foi distrubuir farinha e evitar levar com ela... e com ovos também.
  • Foi tocar a campaínhas a horas de se tar fazendo óó.
  • Foi amigos do lado esquerdo do peito..e meros conhecidos.
  • Foi shots (pastéis de nata sff).
  • Foi copos tilintando no chão reduzidos a mil cacos.
  • Foi ser vampira por meia-dúzia de horas.
  • Foi frio...e calor humano.
  • Foi erros no preço do bilhete ...dum espectáculo que num qeriamos assistir.
  • Foi fugas e correrias desvairadas.
  • Foi telefonemas e telefonemas.
  • Foi uma brincadeira pegada.
  • Foi frases simples ...fora de contexto vindas no momento oportuno que geraram a risota total e marcaram a noite.

No fim sobrou  a nostalgia "do acabar" e  a euforia da galhofa e esta vozinha irritantemente rouca de desenho animado qase afónico.

 

música que me está a dançar na cabeça: Relax- Mika (A)
sinto-me: endiabrada
publicado por sombra esquecida às 18:26
link | partilhar palavras | adicionar aos tais

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.museu

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.palavras fresquinhas

. Ela e Ele

. Amor pede amor

. Confissões da vida

. ...

. Pensamentos de um louco -...

. crónicas de um amor ausen...

. Perdida na madrugada

. Pensamentos soltos

. Crónicas de um ressacado ...

. A Saudade

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub