Quarta-feira, 14 de Julho de 2010

Quando as saudades mordem...

 

Venha e me abrace, que eu abraço você também.

Escute meu corção, que eu sentirei o calor de seu sangue correndo em suas veias.

E assim, desse jeito tão simples seremos felizes.

Vem comigo ver o pôr-do-sol?

Vem vámu viajar...

... o mundo é nossa casa.

..desejo que você chegue em segredo e de mansinho.

sinto-me: com vontade de viajar
música que me está a dançar na cabeça: pearl jam - just breathe
publicado por sombra esquecida às 23:19
link | partilhar palavras | adicionar aos tais

Vamos reenventar contos de fadas

Era Uma Vez, um filme que também fará sucesso em DVD.

Considero que ultimamente tenho visto demasiados filmes, lido demasiadas histórias e consequentemente sonhado demais, deprimido demais e vivido de menos.

Na ficção deparo-me com contos de amor eterno, onde apenas se faz valer o tudo por tudo, onde é vida por vida, amores cegos, afectos incontroláveis.

Mas na vida real onde isso está?

Na lojinha da esquina?

Não, simplesemnte nao está, faz tempo que deixou de existir eu acho, talvez seja uma questão de moda e nesse caso está démodé.

Nos tempos que correm fazem falta amores puros, genuinos, onde a própria vida é o limite, não desses amores de conveniência, ou de teor sexual, do simples gostar, do tass bem, amores que provocam relacionamentos à base do curte te bué, amores do hoje é assim amanhã logo se vê, vamos reenventar amor que derruba tudos e vai contra todos, onde se supera a saudade e a própria morte, onde um não sabe viver sem o outro.

Odeio casais cegos que precisam de exibir a toda a sociedade o quanto se gostam e para isso esquecem amizades, obrigam a populção a assistir aos seus beijos constantes, ao esfrega esfrega e por aí.

Não se amam mais por isso, beijos não provam sentimentos há quem os dê em troca de nada, sexo também nada prova há quem o faça por desporto, e casamentos não são contratos de "para sempre" são apenas papeis circunstâncias até ao divorcio pela minima briga.

Há gestos, há palavras, coisas simples feitas com alma que mostram muito mais, um olhar um simples olhar, uma flor ao inves de uma joia, uma serenata em vez de um bilhete para um concerto.

A verdade não se vê sente-se.

Não se prende o outro porque se ama, dá-se liberdade, confia-se, respeita-se o espaço, deixa-se sentir a falta (a intensidade do reencontro será muito maior).

Faço um elogio ao amor puro se é que ele ainda existe, o amor romântico, aqueles dos filmes, onde nem tudo o perfeito mas por outro lado a perfeição se encontra superação dos obstáculos com a união, onde um se disponbiliza para dar a vida pelo outro e o outro se disponibiliza por dar a vida por um.

Sonhadora, sentimentaloide, romantica incuravel, criança.. sim eu sou, mas acredito que a verassidade dos afectos começa em cada um de nós, quando não temos medo de encontrar, de assumir, de sentir.

música que me está a dançar na cabeça: minha rainha - luiz melodia
sinto-me: lamechas
publicado por sombra esquecida às 22:30
link | partilhar palavras | adicionar aos tais

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.museu

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.palavras fresquinhas

. Ela e Ele

. Amor pede amor

. Confissões da vida

. ...

. Pensamentos de um louco -...

. crónicas de um amor ausen...

. Perdida na madrugada

. Pensamentos soltos

. Crónicas de um ressacado ...

. A Saudade

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub