Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2010

Frio e Ausências

Volta e traz contigo o verão,

e todos os sorrisos e alegrias que deixei ficar no passado, nos dias de calor,

nas tardes de agosto, nas noites de setembro.

Sinto saudades das gargalhadas com os amigos e de me deitar na calçada a ver o dia nascer,

saudades de passar a tarde sentada na relva abraçada a ti, a olhar o Douro e a sentir a paz daquela cidade, do anoitecer,

saudades do começo, da perfeição, saudades de jantar à beira rio, de ficar no carro a ver as estrelas e a sonhar,

saudades das viagens de carro para a serra, das chegadas e dos abraços, das partidas e dos beijos,

de te saber ali mesmo à distância (estavas lá, existias, eras meu).

Saudades de passearmos juntos, de sermos um casal, de seres o meu namorado, o meu anjo.

Sinto a falta das nossas noites quentes e de cada entrega, falta de cada acordar,

falta de ir para para a praia e de te ver sorrir, de te ouvir cantar , de sentir a tua alegria e toda a vida em ti

(tanta saudade da pessoa fantastica que conheci e da intensidade que lhe dei)

tenho falta de ficar a ver os teus treinos e os teus jogos, falta do teu mundo ser o meu mundo

de te ligar horas a fio e ficar a desabafar, a brincar ou simplemente a ouvir a tua respiração.

Saudade de nós, das palavras, dos momentos, dos actos, dos gestos, do que fomos, dos sonhos, da vida que tinhamos dentro e fora de nós (juntos eramos e somos diferentes, somos melhores).

Não era este inverno que queria, que imaginava.

Desde que te conheci que Coimbra deixou de ser a minha Coimbra, queria estar perto de ti e aos poucos o passado já não importava mais, outras paixões e outros nomes era como se nunca tivessem existido e começamos a sonhar juntos com a neve, o calor dos corpos, a lareira e a felicidade de estarmos so nos, pensamos no natal e era comigo que querias passar o teu (eu era o teu mundo e tu o meu).

Mas agora tu não estás, o frio está mais frio e a tua ausência aperta.

Recordo-nos como se passassem na minha mente montes de fotografias de cada momento, de cada dia em que tu e eu eramos nós e só esse nós fazia sentido.

Não pensava passar o aniversario sem ti, sem ela e o natal e passagem de ano e a vida inteira.

Volta meu verão, mesmo no frio, no inverno tu poderias ser o meu verão.

Ou então volta com o sol.

Juro que luto cada dia para superar a dor, as saudades e descubrir de novo aquela pessoa que me mostraste que eu era, mas é uma luta desigual contra o proprio destino.

Se plo menos soubesse que o meu destino eras tu e não apenas sofrer por ti.

As imagens do nosso passado queimam no peito e peço forças para não pegar no carro e ir até ti agora, morrer nos teus braços e voltar.

Ia doer na mesma saber que seria so por uma noite, que amar nao chega para ficarmos juntos e te ter o resto da vida.

Deus plantou-nos longe demais e fez nos fortes de menos para suportar isso, mas no verão tudo era tão simples, tinhamos forças para mover montanhas e agora ja nem sei se ainda pensas em mim neste silêncio dos dias, dizeres que gostas de mim sabe a pouco na vida que agora temos, precisava das tuas lágrimas, da tua dor para não me sentir sozinha.

volta... 

 

sinto-me:
música que me está a dançar na cabeça: simple together - alanis morisette
publicado por sombra esquecida às 20:30
link | partilhar palavras | adicionar aos tais

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.museu

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.palavras fresquinhas

. Ela e Ele

. Amor pede amor

. Confissões da vida

. ...

. Pensamentos de um louco -...

. crónicas de um amor ausen...

. Perdida na madrugada

. Pensamentos soltos

. Crónicas de um ressacado ...

. A Saudade

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub