Sábado, 20 de Julho de 2013

Os cães ladram e caravana passa

O nevoreio climatérico apoderou-se da minha mente e agora também ela é puro nevoeiro.

Estou cheia de dúvidas e dúvidas a mais, viram certezas.

Estas certezas que criei por entre o nevoeiro das dúvidas estão me a roer por dentro, a fazer querer desistir.

Sinto-me humilhada, a rezar em silencio para que tomes alguma atitude que prove ao mundo que serás diferente.

Porque eu própria preciso que o sejas , preciso que estes não sejam nove meses perdidos mas sim encontrados.

Em segredo faço planos e tenho sonhos que dependem das palavras que não confessas.

Tenho medo da tua escassa verbalização e das atitudes ambiguas.

As opiniões alheias irritam-me, ofendem-me, revoltam-me, mas no fundo perduram pelos pontos de interrogação que me plantam no cerebro e na alma.

Vem depressa com uma mala cheia de doces surpresas, de loucas certezas e de mimos ardentes.

Traz a calmaria no coração e vai-ma transminto em beijos delicados e abraços apertados.

Volta fiel a ti próprio, mas carrega no peito um sentimento maior que me contigie com uma paz mais forte.

Vem depressa como meu reforço de amor pra minha vida, nesta luta diaria, vem-me ajudar a calar essa gente, vem porque juntos e se deus ajudar tiraremos o povo do pedestal e a humilhação do meu sangue.

Cansada de ser calcada e recalcada, de ser o cerrim por debaixo do tapete, quando juntos poderemos ser o topo do mundo, basta quereres sem medo, porque medos já eu tenho pelos dois.

Vem de mansinho e rouba-me de repente, pro teu mundo e faz dele o nosso mundo.

Não me prendas, nem me deixes prender-te só seremos nós enquanto formos livres, mas faz me querer ficar e ensina-me a fazer-te querer ficar. 

Tenho medo e falta de coragem para conjugar o para sempre, mas quem me dera a sorte de isto entre nós, seja o que for, não ter fim à vista apenas o começo e quem me dera a mim que esse começo fosse eterno. 

Não eterno em memórias mas em momentos e emoções constantememnte vividas.

Todos os dias um novo mistério, um novo inicio, fazendo de nós uma continua novidade, um mundo novo em constante descoberta, um carinhoso quebra-cabeças que nos mantenha motivados a permanecer juntos, não por comodismo, nem por necessidade de companhia, mas por juntos ser-mos unicos,especiais, ser-mos melhores, mais fortes, mais felizes, mais loucos, mais puros, mais audazes, mais humanos mas mais divinos, mais reais para bem e para o mal.

Porque eu gosto de rir contigo, gosto como me sabes fazer sorrir e quando de um jeito tão inato me consegues desprender uma gargalhada.

Porque também gosto quando a tua ausencia me faz chorar e isso em faz sentir o tão especial que te tornaste para mim.

E neste momento sinto falta do meu riso fácil, das cenas de ciumes, do teu olhar tão meigo e aquele jeito de cotomiço sempre a pedir mimo, sinto falta até do teu silêncio por muito que ele por vezes me crie também duvidas e inseguranças, mas que com aquele teu jeito tao caricato, tão teu me fazes esquecer, sinto falta daquele palavra manhosa sempre no momento mais oportuno.

E saturada de acusações que o teu vazio deixa espaço para fazerem, acusações amistosas dizem, mas estranho so serem feitas em determinados estados de espirito.

Faço figas, peço a deus, ao destino e qualquer outra força superior que nos ajude a fazer a diferença e a me dar forças e provas para refutar essas criticas, esse dedo apontado, essas linguas afiadas.

música que me está a dançar na cabeça: clarisse- eu me lembro
sinto-me: raivosa
publicado por sombra esquecida às 01:02
link | partilhar palavras | adicionar aos tais

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.museu

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.palavras fresquinhas

. Ela e Ele

. Amor pede amor

. Confissões da vida

. ...

. Pensamentos de um louco -...

. crónicas de um amor ausen...

. Perdida na madrugada

. Pensamentos soltos

. Crónicas de um ressacado ...

. A Saudade

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub