Quinta-feira, 24 de Outubro de 2013

A Saudade

Mostra-me o que fazer com esta saudade

Já fiz bolos, já li livros e vi tv

Fui ao ginásio e fugi para a noite

Mas em cada sitio que estive, durante cada coisa que fiz,

em algum momento essa saudade voltava 

ela sempre arranja um jeito de me encontrar

talvez seja através do meu batimento cardiaco meio desconexo

e eu fico vagueando por aí remoendo no vazio que deixaste

por isso eu peço: me ensina o que fazer com a saudade

tu pareces tao desprendido dela  

pelo menos nunca me falas, só quando vais embora e confessas como ela tambem nunca te deixa sozinho

secalhar é mesmo isso..

fazes da saudade companhia nas noites quentes de eterno verao

vou lhe pedir para no inverno que se aproxima quando ela vier me trazer calor junto com a solidao

que pelo menos me aqueça o coraçao com as nossas memorias

este ano passou tao depressa 

parece que ainda foi ontem que olhei para ti a primeira vez e algo me fez olhar a segunda,

o mesmo algo que te fez vir atras e que me fez a mim ir atras depois

e que nos fez querer ficar

ó meu amor vem me mostrar o que fazer com a saudade...

do nosso beijo 

do nosso primeiro beijo

do teu abraço

aquele abraço

da nossa história

saudade de te conquistar a cada gesto

de dançarmos e fingirmos ser os reis das pistas

saudade de rir contigo

como nós rimos, por vezes sem motivo basta um olhar que outro não espera

saudades de falar contigo com a minha desinibiçãodo começo e tua desinibição de agora

passou tão pouco tempo desde que me deixaste aqui sozinha no entanto para mim os meses parecem anos

seria hilario ou comovente senao fosse comigo

senao me sentisse sem graça longe de ti

pois tudo o que faço vai ficar incompleto

nem acredito que existia antes de ti

parece anedota dizer que não preciso de ti para ser feliz

parar sorrir, para comer e dormir

para bailar, para beber e me divertir

nem para respirar, nem par dormir ou ter prazer

mas em cada coisa queria te comigo

e se imaginar tudo parece continuar sem graça

mas se lembrar eu sou feliz por inteiro,

nostalgicamente feliz

me ensina a brincar com esta saudade ou volta de uma vez

para não ter de a sentir sem poder correr pra ti.

sinto-me: a contar o tempo
música que me está a dançar na cabeça: Papuça e Dentuça - Despedida
publicado por sombra esquecida às 02:28
link | partilhar palavras | adicionar aos tais

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.museu

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.palavras fresquinhas

. Ela e Ele

. Amor pede amor

. Confissões da vida

. ...

. Pensamentos de um louco -...

. crónicas de um amor ausen...

. Perdida na madrugada

. Pensamentos soltos

. Crónicas de um ressacado ...

. A Saudade

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub